ADAM DOS SANTOS

Imprimir
Categoria: Grandes Policiais da História
Data de publicação

 

                                                                                                       

          Se o delegado Adam dos Santos fosse um índio americano, seu nome seria "Águia Silenciosa", pela inteligência, discrição e competência profissional, aliados ainda, ao jeitão mineiro desse policial ímpar. A sua vida se confunde com a da Superintendência Geral de Polícia Civil de Minas Gerais, onde trabalhou com afinco por mais de dez anos, até mudar sua nomenclatura para SIPJ. Designado para o cargo de Chefe do GRE, o assumiu com dignidade em meio a uma grave crise institucional, fomentada por policiais daquele grupo. Participou e construiu com sabedoria todo o planejamento das ações desenvolvidas desde o "Projeto Minas Segura", de 2004 até 2011. Projeto que previa a realização de megas operações planejadas pela Superintendência Geral, através da   Coordenação  de Investigações e Polícia Judiciária, para o interior do estado ou capital.

          
Adam inovou, buscando a participação exclusiva de policiais civis, arregimentados na região onde se desenrola toda a ação policial. Pouco aparece nas apresentações dos resultados, já que sua personalidade altruísta lhe permite que repasse os louros pelas prisões e sucesso das operações para os policiais da área onde se consumou a operação. Sua vaidade é servir, e servir bem, característica que deveria ser inerente aos policiais, mas que, infelizmente é exceção e como tal, deve ser registrada.

        
          Já fez planejamentos operacionais para todos os rincões de nosso estado, sempre se destacando pela organização e seriedade dos planejamentos, ao lado de seu fiel escudeiro, o investigador de polícia, "Waguinho", da Superintendência Geral. Todas as investigações que requeriam alto grau de sigilo e confiabilidade, no âmbito da Superintendência Geral de Polícia Civil, lhe são confiadas pelo seu caráter e honestidade. Apesar de toda a sua abnegação pela Polícia Civil e inegável competência profissional , nunca teve a oportunidade de colocar sua experiência a serviço da instituição que ama, como membro do Conselho Superior de Polícia, ou cargo de destaque. Em alguns dos trabalhos coordenados pelo delegado Adam, dezenas de criminosos foram presos, com números que superaram 30, 40 e até 50 prisões por operação.


                                                                                                                                                       

2011 ADAM DOS SANTOS. © 2012 - Cyberpolicia: História da Polícia Operacional Investigativa
Powered by Joomla 1.7 Templates, read web hosting reviews